Uma pequena pincelada sobre a Serra Gaúcha!

Ela nunca tinha andado de avião e para nós essa era a primeira vez na Serra Gaúcha, precisamente na cidade de Gramado. Apesar de não termos ido em uma época de frio, o frio veio nos visitar durante a noite e também durante nosso city tour. 
E assim começou nossa viagem:
Que a felicidade dela era nítida, isso está bem claro nesse click dela mas ela me surpreendeu muito em todos os sentidos, nosso voo era as 8:25 da manhã, calculando que moramos no litoral e ainda precisávamos de uma folga para chegar ao aeroporto, saímos de casa as 5:40 da manhã isso mesmo gente e ela por momento nenhum ficou de mal humor ou chorona, a alegria dela por estar voando era tanta que até os passageiros se divertiam com ela falando.
Porém como nem tudo são flores, a companhia que tínhamos contratado para nos buscar no aeroporto de Porto Alegre sentido Gramado não estava nos esperando conforme o combinado e lá ficamos esperando cerca de 2 horas, gente foi um saco de verdade uma falta de comprometimento mas enfim nem isso estragou nossa viagem .
A serra sentido Gramado é repleta de hortênsias… eu nunca vi uma serra tão graciosa como aquela talvez seja por isso que se chama Rota Romântica.
Essas hortênsias,além da serra estão espalhadas pela cidade inteira, o que nos trás ainda mais o clima romântico que o lugar tem.
Ficamos hospedadas em um bairro mais tranquilo, um pouco afastado do centro – cerca de 10 minutos de carro –  o local se chamada Casa Nona , é um tipo de um apart extremamente aconchegante e tranquilo e razoavelmente perto de tudo.
Fomos na época que estava o tal comentado Natal Luz e gente é sensacional a cidade inteira fica enfeitada para o Natal, além de inúmeros espetáculos natalinos que trazem tanta magia e alegria.
Na nossa primeira noite fomos no espetáculo Natal pelo mundo no qual conta a história de uma moça que cresceu e acabou perdendo a sua imaginação sobre o Natal e em seu aniversário ao assoprar a vela ela deseja recuperar a magia do Natal e é isso que acontece, ela volta a ser uma menininha em algumas cenas e em outras cenas ela é adulta mas em todas as cenas ela ta em busca do Papai Noel, durante o espetáculo passa como é comemorado o Natal em diversas partes do mundo. A peça é maravilhosa e pude fotografar o tempo todo.
Ao final do espetáculo a personagem principal – Sofia – e a bailarina vão para um cenário todo encantador repleto de doces cenográficos tirar foto com o público e claro que não poderíamos perder essa oportunidade – as fotos não são baratas para a compra mas acho que vale a pena guardar esses momentos .
No outro dia fizemos um passeio por conta própria e lembra que eu disse que a cidade toda se prepara para o Natal? Pois é, vou compartilhar com vocês um pouquinho de tudo o que eu vi na cidade e tenho certeza que vocês vão sentir esse clima de magia e amor assim como eu senti mas antes de postar as fotos vou falar um pouquinho. Em cada loja tem enfeite na porta com o tema natalino e eu não estou falando somente do bom velhinho, tem presépio, caixas de presentes, bonecos de neves entre outros. Durante o dia o Papai Noel oficial dá seu ar da graça em um carro antigo, acenando e buzinando para todos, foi uma das coisas mais fofas que eu vi gente.. de verdade!

Ainda sobre esse dia, fomos na Praça das Etnias, onde encontramos algumas atrações natalinas sensacionais, vimos um trio de bonecos de neve gigantes construídos com garrafas pets, nessa época então que as crianças estão fissuradas no Olaf, eles foram cartão postal garantido da cidade, além disso tinha uma bolha natalina gigante, com a réplica da entrada de Gramado dentro dela, e uma árvore de Natal imensa para completar o cenário encantador.

E ainda não acabou por ai, as ruas parecem terem sido desenhadas a mão, são estilo uma pintura mas que você consegue andar – sim fiquei apaixonada  – consegui pegar um click onde não passava ninguém e não tinha carro, vejam se você não acham a mesma coisa que eu:

                                     

Tem um lugar chamado Aldeia do Papai Noel, eu não cheguei a entrar mas eles cederam algumas peças para as ruas e Alice não perdeu a oportunidade de sentar no trono do Papai Noel, além claro de tirar uma foto toda cheia de amor pelo bom velhinho.

                                                                                                              

E assim foi terminando nosso dia nessa cidade encantadora.
No nosso penúltimo dia, gente fez um frio mas um frio que ainda bem que tinha levado blusa de lã caso contrario teria que desembolsar dinheiro para comprar algo. Nosso city tour saiu bem cedo, cerca de 8:15 da manhã então mais um dia acordei a Alice cedo e mais um dia ele me surpreendeu com tanto entusiasmo – claro que teve as dormidinhas no meio do city tour afinal frio e balanço de ônibus é uma combinação quase perfeita para dormi- mas ela se manteve bem ativa e disposta.
 O city tour passou pela cidade de Gramado e pela cidade vizinha Canela – uma cidade calma e encantadora – durante o city tour me apaixonei por um lugar : Lago Negro – foto abaixo – gente que coisa mais linda esse lugar, calmo, com suas águas escuradas, com inúmeras hortênsia em sua volta, para os românticos de plantão tem pedalinho para alugar, enfim como não amar?

                                     

Em Canela minha paisagem preferida foi dentro do Parque do Caracol, gente pra quem curte natureza, trilha e animais ele é sensacional, tem atração para toda a família.
Entre as atrações tem um grande cartão postal da cidade de Canela que é a Cascata do Caracol, gente dá um friozinho na barriga ver o tamanho dessa cascata, mas é tão linda mas tão linda que mesmo eu que tenho pavor de altura me rendi aos encantos.

E se você acha que acabou por aqui está muito enganado rs . 
Durante nosso retorno a cidade de Gramado, nosso ônibus fez uma parada no museu de cera Dreamland, gente é sensacional eu nunca tinha ido em um museu de cera e achei tão real diversas atrações que cheguei até me assustar, a Alice também se assustou mas possou com o Avatar gigante e eu como uma ogra nata me encantei com o Sherek *_*

Nosso dia acabou na Snowland, pra quem ainda não foi lá é o primeiro parque da América Latina com neve de verdade porém para crianças menores de 4 anos – o que foi meu caso – não é muito interessante. É lindo, tem patinação no gelo, cinema, tem simulador porém a atração mais esperada – pelo menos por mim e minha filha – era poder ir no castelo de gelo porém só lá soubemos que para ir lá tem que escalar a montanha e que ela não poderia ir. Graças a Deus tinha homem da neve, mamãe noel e mulher da neve e ela acabou se distraindo muito com eles além dela mesmo acha-los.

E com isso nosso último dia foi só guardando as nossas coisas, lembrando exatamente desses dias mágicos que tivemos,além das risadas garantidas.
Vale lembrar que as atrações são permanentes – tirando o Natal – então vale a pena visitar esse lugar encantador em todas as épocas do ano.