Eles crescem e nós nem nos damos conta disso..

Eu sempre fui do tipo de pessoa que reclamou do tempo, no estilo clássico de quem diz: ” Nossa como hoje o dia está demorando a passar” mas isso se tornou uma frase dita antes de ser mãe, e hoje eu num momento contraditório ao que eu dizia vou e penso “nossa como hoje passou rápido”.
É estranho e ao mesmo tempo surpreendente a forma como lidamos com os acontecimentos da vida, eu há 3 anos atrás achava que tudo demorava mas hoje quando eu olho para minha filha vejo o quanto o tempo já passou e com tantos afazeres do dia muitas vezes eu não me dei conta nas mudanças que ocorreram na vida dela, apesar de estar presente em todas, a falta de visão quando estamos todos os dias junto é enorme.
Há 3 anos atrás eu estava com um barrigão enorme imaginando como seria minha vida depois que ela nascesse, pensei que demoraria tanto tempo para eu voltar ao meu corpo de antes, de como seria várias noites sem dormi, em como a madrugada seria longa e muitas vezes silenciosas e o quanto custariam a passar mas ao contrário do meu pensamento tudo foi como um piscar de olhos, me lembro da primeira noite acordada como fosse ontem, do primeiro banho sem jeito dentro de uma banheira, do sorriso enquanto dormia, coisas que acabaram passando os reflexos neonatais se perdem ao longo dos meses e não percebemos que aos poucos eles param de existir e dão espaço a movimentos grandes, de mini adultos e isso é assustador.
Me recordo muito bem  sua primeira andada, seus primeiros passos e agora parando para pensar já irão fazer 2 anos que isso aconteceu, sim são 730 dias e como conseguiu passar tão rápido?
Hoje minha filha fala tudo, corre pra todos os lados, tem suas vontades próprias, sua alimentação própria que sabe muito bem o que quer e o que não quer e vê-la assim tão independente dá uma saudades, as vezes me pego com os olhos cheios de lágrimas, vendo suas fotos tão pequena, tão frágil que eu não consigo as vezes pensar como será que eu consegui cuidar dessa coisinha tão pequena, da uma saudade… mas ao mesmo tempo ganhar um “eu amo a mamãe ” é tão gratificante e compensador.
Eles crescem rápido demais e não nos damos conta disso…. se eu pudesse fazer um pedido a Deus, com toda certeza do mundo seria que eu conseguisse lembrar de cada detalhe da minha filha por toda a minha vida.