O preconceito ainda existe e não é pouco

Hoje de manhã, em um grupo de uma rede social me deparei com essa seguinte postagem

Uma forma de preconceito tão baixa, tão desnecessária sabe… agora uma mãe solteira não agiu de modo moral e por isso  não saberá criar o filho? Calma lá amigo, ser imoral é fazer sexo antes do casamento ? É ter coragem de ter um filho e não cometer o assassinato vulgarmente chamado de aborto? Ser imoral é saber que existe uma sociedade que se esconde atrás de rótulos e preferir assumir suas atitudes ao invés de viver uma vida infeliz?

É realmente a imoralidade ainda está em pessoas que tem um preconceito tão bobo quanto esse. Quantas mães casadas não tem filhos fora do casamento, aliás quantos homens casados não tem outros filhos fora do casamento e não assumem pois preferem viver uma vida rotulada em mentiras com medo do que sociedade irá falar.
É difícil ser mãe solteira pelo fato de tanto preconceito gerado mas a tarefa da maternidade se torna simples quando você recebe um sorriso maravilhoso pela manhã, um beijo inesperado, um abraço apertado…