Descobrindo o sexo

Bom eu já tinha certeza que era um menino (mesmo no fundo eu tendo esperança de ser uma menina), o médico disse que tinha 0,1% de chance de ser menina, então era “menino”.
Até que no dia 18-06-2012, em um ultrassom de rotina a médica me perguntou “- Já sabe o sexo?”  e como se eu não soubesse respondi “- Não sei ” . Ela perguntou mas você nem imagina, eu disse que não… e ela está vendo isso aqui, é uma menina.
Meu coração gelou, uma menina? e meu menino? Eu já tinha escolhido nome, já tinha visto várias coisas desse mundinho azul e agora meu mundo seria rosa.
Menina ou menino eu estava feliz, mas confesso que sempre sonhei em ser mãe de menina, ter aquela princesinha toda arrumadinha, com laçinhos, faixas, roupinhas coloridas, combinando, sandálias.. ai que alegria!
E o nome? Já tinha passado tantos na minha cabeça, Giovana, Manuela, Sofia… até que veio ele, o certo, o que combinaria com ela: Alice.
Alice sempre foi um nome muito doce e forte para mim e assim que eu queria que minha filha fosse, doce e ao mesmo tempo forte.

Compartilho aqui com vocês , uma imagem do ultra que descobri que era a minha bonequinha.